sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Reflexões sobre uma Aula de Artes, Desenho ou Pintura


criança pintando
A sensibilidade artística, quando bem desenvolvida, dinamiza habilidades cognitivas especiais, entre elas a capacidade de controlar as próprias emoções, o senso de organização, visão tridimensional, sociabilidade, etc.
  • Não se deve nunca fazer por uma criança, o que ela pode fazer por si mesma.
  • A criança reflete em todos os seus atos o ambiente em que vive.
  • Se a criança utiliza espontâneamente a mão esquerda para comer, jogar bola, segurar objetos, etc. ela é canhota.
  • Nesse caso, Obrigar a criança a trabalhar e a comer com a mão direita é um erro grave. No entanto, depois que ela domine a destreza, estimular o uso da outra mão é positivo.
  • No entanto, tentar Corrigir esse suposto "defeito" pode trazer graves consequências,tais como gagueira, timidez, repugnância geral pelo trabalho escolar, conflitos com os pais e mestres, insegurança geral, etc.
  • Os lápis e giz de cores são instrumentos de fácil manejo e de que a criança muito gosta.
  • A criança tem no desenho uma de suas atividades preferidas.
  • Através do desenho, a criança desenvolve sua capacidade de observação, a coordenação motora, o gosto artístico, adquirindo conhecimentos úteis e bons hábitos de camaradagem, disciplina e amor ao trabalho.
  • O desenho de imaginação é o mais indicado, sendo preferível o espontâneo.
  • Deverá haver, na sala de aula, à disposição das crianças, que deles se utilizarão livremente, de acordo com a preferência ou o interesse do momento, papel liso em folhas grandes e espessas, lápis e giz de cores, estojos de aquarela, quadro negro, cavaletes, brochas e pincéis.
  • A avaliação dos trabalhos, quando feito na presença da criança, incentiva-a a sentir-se livre para criar, para expressar o que sente através de sua arte e incrementa sua autoconfiança.
  • Desenhos baseados em modelos permite ao educador avaliar a capacidade de interpretação da criança, suas limitações e carências cognitivas.
  • A confecção de mosaicos, além de ser uma excelente ferramenta para desenvolver a capacidade visual, permite ao jovem artista diversificar seu modo de ver as coisas, facultando-o a olhar sempre por mais de um ângulo, ou a resolver problemas considerando as várias e alternativas soluções.

0 comentários :

Postar um comentário