sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Reflexões sobre Atitudes que Lapidam o Comportamento


criança
Disciplina não é o cumprimento de tarefas por obrigação ou dever, mas, o dever de cumprir sem obrigação...
  • A reflexão é uma qualidade indispensável a qualquer educador.
  • Quem educa deve saber o que quer.
  • Quem educa deve conhecer o educando.
  • O Exemplo pessoal, atitudes e gestos, ainda é o melhor educador para uma criança.
  • Lembre-se, criança é como uma esponja com alto poder de absorção, sentidos apurados, capazes de perceber as mais sutis mensagens transmitidas pelo nosso comportamento e ações descuidadas.
  • Fazê-las questionarem qualquer coisa, faculta-as a se tornarem críticos positivos, não sujeitos aos enganadores e as falsas verdades.
  • Não cultivar o fanatismo doutrinário na criança, permite que mais tarde, se torne um adulto compreensivo, disposto a compartilhar gratidão com o seu semelhante, independente de etnia ou crença religiosa.
  • Firme e suave deve ser a atitude de Pais ou Educadores, e que uma ordem justa, quando dada, deve ser mantida.
  • As perguntas das crianças devem ser sempre respondidas com a verdade.
  • Deve esforçar-se em conseguir através de exemplos que as crianças pratiquem o bem pelo bem e não com a intenção de receber prêmio ou por exclusivo temor ao castigo.
  • Deve acostumar as crianças a falar com naturalidade, e para isto é aconselhável estimular entre elas o relato de suas observações e experiências.
  • Deve levar as crianças a agir por si mesmas, a resolverem, tanto quanto possível, sozinhas, suas situações difíceis.
  • Permanecendo numa posição de observação e disponibilidade está cooperando para que as crianças possam agir sozinhas e se tornem mais independentes.
  • Uma das finalidades essenciais da educação é fazer com que a criança de hoje, e consequentemente, o homem de amanhã, seja um autosuficiente consciente.

0 comentários :

Postar um comentário